Pintores norte americanos que merecem ser estudados

A pintura, independente de qual seja, sempre foi uma das expressões artísticas mais apreciadas da história da humanidade. Dentre diversos artistas, alguns se destacam, marcam épocas, estilos e gerações. E assim, ganham muita notoriedade e merecem ser estudados.

Os Estados Unidos é uma das maiores referências para novos pintores, afinal é um dos maiores centros produtores de pintura. Devido a isso, trouxemos alguns pintores norte americanos que merecem ser estudados.

arte americana

Edward Hopper

Hopper nasceu em 22 de julho de 1882, próximo à Nova Ioque (EUA). Foi um pintor urbano e realista na sociedade norte americana. E principalmente no pós-guerra, ela valorizava o ufanismo e a grandiosidade. Edward Hopper andava contra a corrente e escolhia temas diferentes do comum.

Ele pintava figuras humanas em espaços praticamente vazios, ou seja, eram situações que evocavam sentimentos de tristeza e solidão. As cenas eram sob perspectivas nas quais lembravam muito as convenções do cinema e do teatro.

Hopper era um artista que retratava o realismo, no entanto não fazia uma tradução literal ou mimética da realidade, mas sim interpretava. Ele se tornou popular por pintar seres humanos e suas figuras solitárias, que sugeririam a dor da solidão.

O realismo de Hopper flagra e capta o interior das figuras humanas em ambientes como porta do cinema, tomando sol, em um quarto de hotel, etc. Elas demonstram melancolia e um silêncio que se associa a paisagem.

Ele faleceu em 1967, com 85 anos.

Jackson Pollock

O norte americano, Jackson Pollock, nasceu em 1912 e foi um grande pintor do expressionismo abstrato. Ele foi um dos pioneiros desse movimento artístico que surgiu na década de 1940 nos Estados Unidos.

Em suas pinturas ele usava a técnica do action painting, que era caracterizada por ter movimentos em velocidade. E também utilizava técnicas de gotejamento.

Ele aplicava a tinta de forma espontânea em suas obras, o que fez com que se tornasse cada vez mais surrealista e abstrato. Utilizava esmaltes e tintas para alumínio, e optava por cores variadas em suas obras.

Ele faleceu em 1956 e deixou um grande legado no expressionismo abstrato norte americano.

Burton Silverman

Silverman é um pintor que nasceu em Nova Iorque, em 1928. O trabalho dele é concentrado na “paisagem do rosto humano”. Ele se mantém fiel à pintura realista até hoje.

Ao longo dos anos, Burton Silverman, tem inspirado e orientado muitas pessoas, tanto com seus ensinamentos quanto com a sua pintura. Ele possui um ateliê em Manhattan, onde recebe muitos aprendizes, em cursos e em workshops que oferece.

Como pintor retratista, ele recebe ao longo dos anos muitas encomendas. Além de trabalhar com aquarela, ele também utiliza óleo, carvão ou simplesmente lápis-grafite em suas pinturas. Já participou de várias exposições coletivas e mais de 30 individuais, tanto nos EUA quanto no exterior.

Silverman ao longo de sua vida sempre esteve ligado aos acontecimentos do seu mundo e fazendo suas representações diretas e realistas da vida urbana no cotidiano. Com certeza o legado dele irá sobreviver, afinal sua forma de pensar inspira inúmeros alunos e artistas.

Jasper Johns

O pintor, escultor e gravurista, Jasper Johns, nasceu em 1930 e foi um grande precursor da arte pop. O norte americano foi protagonista de um período da arte do século XX que provocou rupturas que até hoje estão pautadas no pensamento contemporâneo. A arte de Johns pertence ao Neo-dadaísmo, Pop Art e a Arte Conceitual.

O pintor mostrava um ponto de vista diferente e novo sobre a vulgaridade, tendo como finalidade a transformação de um objeto em algo completamente diferente do que é originalmente. Em suas obras figuram-se símbolos populares em um aglomerado de pigmento ou cera e se resultam em trabalhos que parecem sair das telas.

Uma das suas obras mais conhecidas foi a Flag de 1954. Ela foi criada em uma época em que a bandeira norte americana estava sendo estampada em jornais do país, enaltecendo o patriotismo.

Grant Wood

Grant DeVolson Wood foi um famoso pintor norte americano que nasceu em 1891. Ele ficou conhecido por representar a vida rural americana em suas pinturas. E se tornou um dos maiores representantes do regionalismo americano.

O melhor de sua obra era a produção final, especialmente a partir da década de 1930, no qual representou personagens de âmbito rural de Iowa. Suas pinturas desse pequeno são caracterizadas por zonas rurais onde os trabalhadores tratados parecem paisagens austeras e estilizadas.

O seu estilo de linhas rígidas, firmemente delineadas e modeladas, foi inspirado no Gótico e nos mestres primitivos do Renascimento. A composição de Wood, Gótico Americano, tem sido utilizado para diversas sátiras à vida rural ou mesmo citadina dos americanos, assim como é hoje tido como um ícone artístico, conhecido a nível mundial.

Ele faleceu em 1942.

pintor americano

Estudar pintores de outra nação é muito importante para aumentar a nossa bagagem cultural. É necessário conhecer sobre nosso país, porém é preciso conhecer também outra cultura e artistas de outros lugares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *